sábado, 3 de setembro de 2011

Avaliação de Aprendizagem

ESCOLA
ALUNO:____________________________________________________
DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFª
SÉRIE/TURMA:________ TURNO:__________________
DATA:_____/_____/______ NOTA: ____________


"Nunca é tarde para tentar o desconhecido. Nunca é tarde para ir mais além."
( Gabriele D Annunzio )

AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

1. Leia o poema:
Pela rua
Ferreira Gullar

Sem qualquer esperança detenho-me diante de uma vitrina de bolsas
na Avenida de Nossa Senhora de Copacabana, domingo,
enquanto o crepúsculo se desata sobre o bairro.

Sem qualquer esperança
te espero.
Na multidão que vai e vem
entra e sai dos bares e cinemas
surge teu rosto e some
num vislumbre
e o coração dispara.
Te vejo no restaurante
na fila do cinema, de azul
diriges um automóvel, a pé
cruzas a rua
miragem
que finalmente se desintegra com a tarde acima dos edifícios
e se esvai nas nuvens.

A cidade é grande
tem quatro milhões de habitantes e tu és uma só.
Em algum lugar estás a esta hora, parada ou andando,
talvez na rua ao lado, talvez na praia
talvez converses num bar distante
ou no terraço desse edifício em frente,
talvez estejas vindo ao meu encontro, sem o saberes,
misturada às pessoas que vejo ao longo da Avenida.
Mas que esperança! Tenho
uma chance em quatro milhões.
Ah, se ao menos fosses mil
disseminada pela cidade.
A noite se ergue comercial
nas constelações da avenida.
Sem qualquer esperança
continuo
e meu coração vai repetindo teu nome
abafado pelo barulho dos motores
solto ao fumo da gasolina queimada.
Gullar, Ferreira. Antologia poética. São Paulo: Summus Editorial, 1977.
a)Quem fala no poema?
( ) Uma mulher ( ) um homem ( ) uma criança

b)Qual é o assunto do poema?
( ) Um homem apaixonado procura inutilmente a amada em meio a multidão
( ) Um homem encontra o seu verdadeiro amor pela ruas da cidade grande.

c)A busca do homem é bem-sucedida? Por quê?
___________________________________________________________
d) Desde o início, o homem tem um sentimento em relação ao que busca.
Qual é esse sentimento?
( ) inveja ( )desesperança ( ) raiva ( ) saudade
Copie o verso que indica esse sentimento.
____________________________________________________________

2.Leia o texto “Libertação”, de Mário Quintana:

Não há maior euforia, numa orquestra, como a dos pratos – tlin! tlin! tlan!!! quando se vingam, enfim, do seu longo, do seu forçado silêncio.
Quintana, Mário. Sapo Amarelo. 4 ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1993, p.30.

a) Os pratos a que o texto se refere são um instrumento musical formado por discos de
bronze ou latão. O som é produzido quando o músico bate um dos pratos contra o outro
ou em ambos com um bastão. s pratos “mostram” euforia, isto é, grande contentamento, quando se “vingam” do silêncio imposto pelo músico quando ele não os toca.
Que figura de linguagem é usada para expressar o “sentimento” dos pratos?
__________________________________________________________
b) A euforia dos pratos é indicada por uma outra figura de linguagem. Como é o nome
dessa figura e que palavras a exprimem?
( ) Onomatopéia: tlin! Tlin! Tlan!
( ) Antítese: maior euforia
( ) Hipérbole: forçado silêncio
( ) Pleonasmo: quando se xingavam

3Observe a propaganda a seguir.











a)Observe os dizeres abaixo do quadro. Qual é a idéia a que a propaganda se refere?
__________________________________________________________
b)Qual a finalidade dessa propaganda?
__________________________________________________________
c)Nos dizeres que completam a propaganda, foi usada a palavra apagar. Se ela for substituída pelos sinônimos eliminar ou acabar com, a metáfora se mantém ou deixa de existir na frase?
__________________________________________________________

4) Identifique em qual(ais) alternativa(s) foi(ram) empregada(s) a linguagem conotativa
( ) As estrelas do firmamento.
( ) As estrelas do cinema.
( ) A criança quebrou o copo.
( ) O presidente quebrou o protocolo.
( ) A vida é para ser vivida.

5. Leia a tira abaixo para responder à questão.










Que figura de linguagem é usada no segundo quadro da tira?

( ) Hipérbole ( ) Eufemismo ( ) Metáfora ( ) Metonímia ( ) Onomatopeia


6) De acordo com a linguagem figurada, relacione as frases às figuras que expressam.
(1) prosopopeia ou personificação
(2) eufemismo
(3) hipérbole
(4) comparação
(5) metonímia

( ) Fazia séculos que não me sentia tão feliz!
( ) Sopram verdes ares para o nosso país.
( ) O mar castiga a praia.
( ) Você faltou com a verdade.
( ) Essa mulher é perigosa como uma cascavel.

7) (FMU-SP) Nos versos:
“O vento voa
a noite se atordoa.”
Aparece a mesma figura de linguagem. Marque-a:
( ) metáfora
( ) metonímia
( ) hipérbole
( ) personificação

8) Assinale a alternativa que apresenta um caso de metáfora em sua estrutura.
( ) “As velas do Mucuripe vão sair para pescar.”
( ) “Minhas mãos ainda estão molhadas do azul das ondas entreabertas.” (Cecília Meireles)
( )O plim plim da televisão interrompeu o programa, meus pensamentos e o sono da criança.
( )Era uma pessoa que não raramente faltava com a verdade.

09) Leia a tira:










a) O sentido do texto se faz com base na polissemia de uma palavra. Identifique essa palavra e explique por que a indicou.
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
b) A tirinha visa produzir não só efeito humorístico mas também efeito crítico. Você concorda com essa afirmação? Justifique sua resposta.
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

10) Observe as palavras destacadas nesse trecho do poema de Roseana Murray:
“ Na loja de flores
orquídeas, margaridas,
cravos, rosas e camélias.

Azuis, vermelhas, amarelas,
varrem para longe
o tédio da tarde.”

a) Qual dessas palavras é o hiperônimo?
_____________________________________________________
b) Quais delas são hipônimos?
______________________________________________________

11) Reescreva as frases, efetuando as alterações indicadas e refazendo a concordância verbal. Se houver duas possibilidades corretas, indique-as:
a) Uma garça voava em direção ao poente. (Troque “uma garça” por “uma garça e um “pombo”)
__________________________________________________________
b) A chuva e o frio continuavam intensos. (Passe a frase para a ordem indireta, ou seja, inverta a oração sintaticamente – predicado antes do sujeito)
____________________________________________________________
c) Os amigos, os vizinhos, os colegas, todos nos ajudaram.(Troque “todos” por “ninguém”)
____________________________________________________________
d) O desespero e a fome o torturavam diariamente. (Troque “fome” por “aflição”)
____________________________________________________________
12)Leia o cartum, de Caulus, e responda:











Caulos constrói o cartum a partir de relações de oposição:
a) Em que consiste a oposição no plano visual?
________________________________________________________________________________________________________________________
b) No plano verbal, que elementos constituem antônimos?
____________________________________________________________


BOA SORTE!!!!!

Fiz essa avaliação com os meus alunos do 9º ano. Eles se deram bem, exceto na última questão. Precisei explicar a diferença entre plano verbal e visual para que eles entendessem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário