domingo, 23 de outubro de 2011


Crenças

Seu Glicínio porteiro acredita que rato, depois de velho, vira morcego.

É uma crença que ele traz da sua infância

Não o desiludas com teu vão saber,

Respeita-lhe os queridos enganos:

Nunca se deve tirar o brinquedo de uma criança

Tenha ela oito ou oitenta anos!
[Mario Quintana; Velório sem defunto, 1990]

Perfil
Naqueles tempos,
Ele era tão inconstante de espírito e de coração,
Que seus olhos eram sempre da cor da gravata
Que estava usando na ocasião...
[Mario Quintana; Velório sem defunto, 1990]

Nenhum comentário:

Postar um comentário