sábado, 18 de junho de 2011

Cantigas de Roda




Cantigas de Roda





A CANOA VIROU

A canoa virou,
Quem deixou ela
virar,
Foi por causa de fulano
Que não soube remar.
Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar,
Tirava (nome da cria
nça)
Do fundo do mar.




CIRANDA, CIRANDINHA

Ciranda, Cirandinha
Vamos todos Cirandar
Vamos dar a meia volta
volta e meia vamos dar
O anel que tu me dest
es
era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou.






CAI BALÃO
Cai, cai, balão
Cai, cai, balão
Aqui na minha mão
Não cai não, não cai não,
não cai não,
Cai na rua do sabão.







A BARATA DIZ QUE
TEM
A barata diz que tem
Sete saias de filó
É mentira da barata
Ela tem é uma só
ah ah ah
oh oh oh
Ela tem é uma só ( bis)
A barata diz que tem
Um anel de formatura
É mentira da
barata
Ela tem é casca dura
A barata diz que tem
Uma ca
ma de marfim
É mentira da barata
Ela tem é de capim








A MACHADINHA

Rá, rá, rá
Minha machadinha (bis)
Quem te pôs as mãos
Sabendo que és minha? (bis)
Se tu és minha
Eu também sou tua (bis)
Pula machadinha
Pro meio da rua (bis)
No meio da rua
Não hei de ficar (bis)
Porque tenho fulana
Para ser meu par (bis)








SAIA PIABA
Sai, sai, sai
Ó piaba
Saia da lagoa
Bota a mão na cabeça
Outra na cintura
Dê um remelexo no corpo
Dá uma umbigada
Na outra
Não hei de ficar (bis)
Porque tenho fulana
Para ser meu par (bis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário