domingo, 22 de abril de 2012

Caio Fernando Abreu


“Os dias passavam, passavam e passavam,
alcançavam as semanas,
dobravam as quinzenas,
atingiam os meses,
amontoavam-se em décadas – e nada acontecia.
Eu tinha a impressão de viver dentro duma enorme
e vazia bola de gás...”.

  Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário