quarta-feira, 7 de março de 2012

"Redescobrindo Feira de Santana"


É Segunda Feira

Eles embarcam nas boléias
Eles em cima do caminhão
Apitou o pau-de-arara
Ainda falta o seu João
E na decida da ladeira
Um freio de arrumação

É segunda-feira
Na Feira de Santana
O povo do interior
Trazem maxixes e bananas
E as mocinhas caipiras
Se metem a bacana

O nosso café São Paulo
Só cheira a fazenda
A Marechal Deodoro
A Verduras e pimentas
E lá no campo do gado
O perfume ninguém agüenta

Ta chegando o fim da feira
Vamos fazer a arrumação
Eu não vendi quase nada
O povo só fala da situação
Mas Deus vai me dá o jeito
De eu ganhar o meu tostão

Asa Filho
 É compositor, intérprete e membro da Academia de Letras e artes de Feira de Santana.
Texto publicado no Livro “Cultura e Artes Plásticas  em Feira de Santana” em 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário