quarta-feira, 23 de maio de 2012

Trabalhando com Retratos


                   
TRABALHANDO COM RETRATOS
Resumo
O retrato sempre foi muito utilizado em nossa sociedade; é um gênero de pintura. O retrato
e o auto-retrato registram momentos marcantes da história do mundo. Estudaremos e
vivenciaremos processos de registro de observação de colegas e os retratos de Picasso nas
suas fases.
Eixo principal
Apreciação artística, construção da linguagem artística.
Palavras-chave
Retratos, auto-retrato, construção, desconstrução.
Nível escolar - Segundo segmento do Ensino Fundamental.

Objetivos
• Conhecer a história do retrato e do auto-retrato.
• Refl etir sobre as relações entre a invenção da fotografi a e os retratos pintados.
• Valorizar o auto-retrato e o retrato, como forma de expressão artística.
• Refl etir criticamente sobre as diferentes produções artísticas na história da arte.
• Desenvolver a percepção e a sensibilidade.
• Conhecer obras de várias épocas que tenham o retrato como gênero.
• Observar, registrar o outro e a si.
• Organizar, compartilhar, construir e desconstruir espaços por meio de ações coletivas.

Conteúdos
a) Conhecimentos prévios:
Os alunos já deverão ter a capacidade de concentração, observação, trabalho em construções
coletivas, familiaridade com cores, formas, linhas.
b) Conteúdos a serem trabalhados:
Observação de detalhes na fi gura humana, retratos, auto retrato, trabalho coletivo de organizar
e reorganizar as produções realizadas na sala de aula, retratos com vista frontal, de perfi l,
retrato cubista nos vários pontos de vista.
c) Relação com outras áreas:
Matemática: simetria, proporção.
História: personagens retratados.
Geografi a: mapear esculturas representativas do lugar.
Duração
4 aulas.

Introdução
• Discussões sobre os temas pesquisados: máscaras, o gesto.
• Gravuras / reproduções de auto-retrato de Pablo Picasso.
• Leituras e releituras de obras consagradas.
• Através da apreciação das obras de Picasso, pesquisa sobre retratos e auto-retratos.
• Exposição oral ou leitura de textos sobre as pesquisas realizadas.
• Pablo Picasso foi um dos artistas mais famosos de todos os tempos. Considerado um gênio,
por seu estilo artístico chamado de Cubismo, tipo de pintura cujo resultado nos faz lembrar
um vidro quebrado.

Desenvolvimento
• Alunos arrumados em círculo, ou posição em que um colega possa ver o outro. A visualização
é importante para desenvolver a noção de espaço, observação.
• O aluno deve escolher um colega, que deverá estar sentado de frente para o outro.
• A dupla deverá observar a fi sionomia e até sentir o rosto do amigo com toque das pontas
dos dedos da mão.
ção Artística
• O colega escolhido para ser retratado deverá fi car parado enquanto o outro observa e desenha
em papel ofício o rosto do colega. O desenho deverá ser pintado livremente. Se desejar, poderão
ser colados no retrato objetos variados (tecidos, jornais, revistas etc).
• Após o trabalho pronto, este deverá ser recortado por traços retos.
• O trabalho deverá ser colado em papel cartão ou suporte com pequenos intervalos entre uma
parte e outra. O intervalo poderá ser preenchido ou não com giz de cera escuro.

Finalização
Estudo de linhas, formas, cores, perspectiva, estudo sobre a obra de outros artistas retratistas.
Haverá exposição com os trabalhos produzidos durante as aulas.

Avaliação
Auto-avaliação através de um roteiro construído pelo professor junto com os alunos.
Referências bibliográficas
ARGAN, Giulio C. Arte moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
FUSARI, Maria F. de & FERRAZ, Maria Heloísa. Arte na educação escolar. São Paulo: Cortez,
1992.
RICHTER, Ivone Mendes. Interculturalidade e estética do cotidiano no ensino das Artes Visuais,
Mercado de Letras.
Sites:
http://www.mcs.csuhayward.edu/~malek/Bella.html

Materiais
Papel ofício, tintas e pincéis (podem ser substituídos por lápis de cera ou giz de cera, entre
outros), cola, tesoura, giz de cera escuro (opcional), alguns itens para recortes e colagens
(jornais, revistas, tecidos, barbantes, entre outros), papel cartão para suporte ou outro que
substitua (para moldura).

Fonte: www.ccmn.ufrj.br/extensao/.../SEE_educacao_artistica_89_152.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário